Brócolis assados, dourados com amendoim

Assar os brócolis deixa um sabor doce e tostadinho, muito diferente do sabor dele cozido, que agrada até gente que não é muito chegada na verdura. Essa receita de brócolis é ideal porque usa os talos também (sempre uso os talos).

Foto: Bon Appétit

Foto: Bon Appétit

Ingredientes para 4

  • 1 cabeça de brócolis (750g mais ou menos)
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • Sal e pimenta do reino moída na hora
  • 2 colheres de sopa de vinagre de arroz ou maçã
  • ¼ de xícara de amendoim torrado, sem sal, picado grosseiramente
  • ½ colher de chá de açúcar
  • 2 colheres de sopa de molho de soja
  • 4 cebolinhas bem picadas
  • Sal em flocos

Preparo:

  • Pré-aqueça o forno a 230°. Dependendo do tamanho da sua assadeira, talvez você precise de duas, para que os brócolis assem em uma camada só.

  • Separe as flores e talos dos brócolis (guarde as folhas, para usar cortadinhas em saladas). Usando um descascador de verduras, descasque a parte mais fibrosa dos talos. Corte-os em fatias diagonais de meio centímetro de largura. Coloque os talos cortados, as flores e outras sobras menores do brócolis em uma assadeira. Regue com azeite, tempere com sal e pimenta do reino e misture com as mãos para cobrir tudo bem com o tempero. Asse por 20-25 minutos, revirando na metade do tempo, até dourar e ver pontos tostadinhos. Retire do forno, misture com o vinagre e reserve.

  • Transfira o brócolis assado para uma wok ou frigideira grande sobre fogo baixo, sem óleo. Salpique a meia colher de chá de açúcar, amendoim picado e molho de soja e aqueça mexendo até o açúcar dissolver. Ajuste o sal, pimenta e acrescente mais molho de soja, se quiser.

  • Sirva com cebolinha picada por cima. Enjoy!

Receita adaptada da Bon Appétit. Simplificamos um pouco e substituímos a levedura vegetal (eca!) por molho de soja.

O que a nutricionista conta de bom?

"O brócolis pertence à família das crucíferas, assim como a couve-flor e o repolho. É uma ótima fonte de ferro (alô vegetarianos!) e cálcio, característica bem comum em vegetais verdes escuros. Além disso, nos dá uma quantidade excelente de fibras, ajudando no funcionamento do intestino e aumentando a saciedade. De quebra ainda ajuda a prevenir o câncer por conter substâncias antioxidantes, como os carotenóides e a luteína. Por ser um vegetal bastante sensível, o ideal é conservar em geladeira dentro de um saco plástico com furinhos. Ah, e congela super bem também!" Raquel Labonia, nutricionista da WellMove.