Alho: sabor, bafinho e propriedades antibacterianas

A culpa é toda nossa. O alho está lá na dele, sem cheiro de alho. A história começa quando a gente machuca o coitado: amassando, cortando, triturando, mastigando.

São essas ações mecânicas que causam uma série de reações químicas que formam a alicina, o principal composto responsável pelo aroma do alho. A alicina é quebrada em outros compostos orgânicos que contém enxofre, e voilà, habemus bafinho.

Por que o cheiro fica?

Destes compostos, apontamos o dedo para o sulfureto de metilo alilo, que mais tempo leva para ser digerido. O danado é absorvido pelo sistema digestivo, passa para o sangue e segue para outros órgãos para ser expelido: pele, rins e pulmões. Dependendo da quantidade, a gente sente o cheiro de alho na pele, na urina e no hálito por até 24 horas.

Alimentos que reduzem o cheiro de alho:

Vixi, amo alho, o que fazer? Pesquisas mostram que alguns alimentos ajudam a reduzir (em parte, ok?) o cheiro de alho. Entre eles estão:

  • Salsinha
  • Leite
  • Maçã
  • Espinafre
  • Hortelã

Não se sabe bem a razão, mas os estudos indicam que estes alimentos têm enzimas "desodorantes", que ajudam a quebrar os compostos menos cheirosos do alho.

As propriedades antibacterianas do alho

Os mesmos compostos do alho que contém o cheiroso enxofre são responsáveis pelas suas qualidades bactericidas. Pesquisadores testaram esses compostos nas bactérias que causam a gastroenterite, e descobriram que eles penetram através da membrana das células da bactéria e alteram a sua estrutura, fazendo um estrago do bem.

Provérbios sobre alho :D

Existem cinco elementos: terra, ar, água, fogo e alho.
— Louis Diat
Alho é tão bom quanto dez mães.
— Provérbio indiano
Cebolinha é para bebês; cebola para homens; alho é para heróis.
— Origem desconhecida
Ah! Aquele dente milagroso! É delicioso, cura calvície e cotovelo de tenista também.
— Laurie Burrows Grad